Entenda a diferença entre curso de Frentista e curso de NR 20. Curso de Frentista ou de NR 20

O mundo é feito a partir das palavras.

É comum acontecer algumas confusões no dia a dia. E este artigo pretende te ajudar a dissipar algumas dúvidas comuns.

Tem circulado nas redes sociais propagandas sobre cursos de frentistas. Vamos então entender a diferença entre curso de NR 20 e curso de frentista.

Primeira informação importante: os cursos ou treinamentos de segurança devem seguir as orientações, normativas e legislações da Secretaria do Trabalho e demais órgãos regulatórios. Por isso, não é possível que seja realizado um curso de NR 20, por exemplo, de qualquer jeito.

Cada Norma Regulamentadora estabelece critérios para as atividades às quais ela se destina. E essa é a informação valiosa aqui:

NR 20 ou Norma Regulamentadora n. 20 estabelece critérios específicos quanto aos treinamentos e cursos para quem trabalha com inflamáveis e líquidos combustíveis.

São requisitos importantes estabelecidos lá:

  • carga horária específica
  • profissional instrutor
  • tempo de validade do curso
  • critérios para atualização
  • conteúdo programático de acordo com o nível do curso, entre outras coisas.

Por isso, existe uma DIFERENÇA entre Curso de NR 20 e curso de frentista.

No curso de NR 20 para trabalhadores com atividades com inflamáveis e líquidos combustíveis é preciso seguir todas as recomendações.

Já um curso de frentista, por exemplo, pode abordar questões como atendimento ao cliente, fluxo de caixa, estruturação de currículo e qualquer outra coisa que o profissional responsável resolver colocar no curso.

NÃO É PERMITIDO: usar a carga horária estabelecida na Norma para tratar dos assuntos de Segurança do trabalho e ainda colocar outros conteúdos. Por exemplo, o curso de nível intermediário são 12hrs com conteúdo distribuído para essa carga horária. Não pode ser acrescentado outro conteúdo a essa carga horária. As 12h são específicas para estudar a NR 20 e seus conteúdos de segurança e saúde no trabalho. Um curso que não atenda a esses requisitos pode ser rejeitado em uma fiscalização, prejudicando a empresa contratante. Já imaginou o transtorno?

Por isso, cuidado ao comprar cursos. Verifique a carga horária, conteúdo, profissionais e demais requisitos exigidos pelas Normas.

Quer um atalho? Fale conosco. Nós entendemos do assunto.

Comentários

Mais do blog

Empresas devem ajudar na educação financeira dos profissionais

Ler mais...

#dojeitoseguro 33 Treinamento de NR 01

Ler mais...

Cartilha: Informações importantes sobre doenças mentais e suicídio

Ler mais...

Por que sentimos culpa por não estarmos ocupados?

Ler mais...